Saiba como colocar palavras chaves na hora de redigir o seu currículo

A primeira impressão é o que fica. E a frase vale também para o seu currículo, sabia? Em um mercado trabalho cada vez mais competitivo, os recrutadores são as primeiras pessoas que devemos impressionar.E a linguagem e o conteúdo do seu CV são fundamentais, e, definitivamente, se não souber escrevê-lo de forma atrativa, ele poderá limitar você de conseguir o emprego tão sonhado.

Preencher seu currículo com palavras ultrapassadas, linguagem pobre e/ou apelativa, pode impactar negativamente as suas chances de emplacar um entrevista de seleção.

Vamos lá. Separei algumas palavras que definitivamente devem passar longe do seu currículo. Anota ai:

– Desempregado: as datas das suas experiências profissionais já deixam claro se você está empregado ou não – você não precisa destacar isso, certo?

Trabalhador e/ou pontual: um recrutador já espera, no mínimo, eu seu candidato seja um profissional pontual que cumpra sua jornada de trabalho. Então, você não precisa necessariamente usar esses adjetivos como características únicas e inovadoras.

– Digitação e pacote office: essas não são habilidades estratégicas. Emprenhe-se em destacar suas habilidades diferenciadas. Algo que realmente mereça atenção.

 – Objetivo profissional: as suas experiências são consistentes? Então é provável que você não precise especificar o seu objetivo profissional.  Além disso, se você for enviar o seu currículo junto com uma carta de apresentação falando sobre o seu objetivo, já é mais do que suficiente para abordar o assunto.

– Eu, ela, ele: falar na primeira ou terceira pessoa soa estranho e pode dar a impressão de que alguém escreveu o seu currículo para você. Por exemplo, o correto seria “4 anos de experiência em liderança” e não “eu liderei um time por 4 anos” ou “João liderou um time”. Esse detalhe pode parecer irrelevante, mas ele faz toda a diferença na hora da leitura dinâmica.

– Expert ou especialista: são palavras que não devem ser usadas, a não ser que você realmente seja um expert ou especialista de área. Se for esse o seu caso, esteja preparado para ser abordado com perguntas mais complexas nas entrevistas de emprego.

Dica de ouro da Karla:

O VAGAS.com tem uma página recheada de palavras chaves para você deixar seu currículo e LinkedIn a ponto de bala! Deixo aqui o caminho para você buscar palavras chaves para elaborar um ótimo currículo: https://www.vagas.com.br/mapa-de-carreiras/

Dica Bônus

A maioria das pessoas foca demais nas funções para garantir que as palavras-chave estejam no currículo, que acaba falhando ao divulgar suas melhores habilidades e conquistas de carreira. A solução efetiva a se fazer é separar as habilidades por seção e focar na sua experiência profissional com base em resultados, grandes contribuições e projetos-chave nos quais você trabalhou em várias empresas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *