Mais que multitarefas, multicarreiras

Muito se fala sobre o futuro da empregabilidade e sobre o profissional do futuro. Acontece que, com o tempo passando cada vez mais rápido – pelo menos é essa a impressão que eu tenho – o futuro já chegou e esse novo profissional também. Você já ouviu falar sobre o funcionário multitarefas, certo? E multicarreiras, já? Então será agora.

Multicarreiras é um termo utilizado para identificar as pessoas que utilizam seus inúmeros potenciais para realizar diversas atividades diferentes na sua área ou até em outras áreas. Os multicarreiras não focam suas energias num único propósito profissional, como antigamente, quando a pessoa tinha única ocupação e trabalhava nela até a aposentadoria. 

A multicarreira reúne a necessidade da geração de renda, visão de futuro, identificação de competências e propósito de vida. Engenheiros empenhados em vendas, médicos como gestores e administradores no setor de educação. Esses são alguns exemplos de profissionais multicarreiras.

Podemos pensar, ainda, na multicarreira da maneira clássica, por assim dizer: o médico que também é músico, e a psicóloga que além de atuar na área clínica, também exerce a função de consultora de RH. O profissional multicarreiras, além de duas, pode exercer três ou mais atividades distintas. Não há regra pré-definida. Todas essas relações de trabalho são flexíveis com vínculos por CLT ou com contratos de prestação de serviços.

Muitas pessoas se preocupam em como classificar sua multicarreira no LinkedIn, no currículo ou no portfólio sem que pareçam perdidas ou aquelas que “atiram para todos os lados”.

No perfil do LinkedIn, a multicarreira pode ser identificada no campo “Tíítulo”, onde o profissional colocará cada profissão ou atuação separadas por barras que indicam separação (/). No campo “Sobre” deverá constar as atividades realizadas em cada campo de atuação.

A multicarreira no currículo pode ser apresentada com as barras e informações sobre as atividades e qualificações nos campos “Resumo de qualificações”, “Objetivos” e “Formação acadêmica”.

No portfólio, a multicarreira poderá ser informada em projetos separados como uma linha do tempo, do mais recente para o mais antigo, com destaque para os resultados atingidos.

As principais Soft Skills (competências comportamentais) necessárias para que a pessoa se adapte à multicarreira são a resiliência, inteligência emocional, visão sistêmica, adaptabilidade, organização e network. A vontade de aprender coisas novas, ajudar ao próximo e aumentar a renda são outras características deste tipo de profissional.

Se você pensa em se tornar um profissional multicarreiras, antes de mais nada, fique atento ao seu modo de trabalhar. Existem pessoas que não se adaptam à multicarreira. Identifique seus potenciais e entenda qual é a melhor maneira para você se desenvolver e alcançar a sua realização profissional. 

Se você se identifica, quer ou acredita que ser um profissional multicarreiras vai fazer de você uma pessoa mais realizada, feliz e plena, siga em frente. Não devemos nos impor limites, e sim, construir as pontes e escadas para a transposição desses limites. Chegue onde você deseja e seja quem realmente é.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *